A Terra vista do Espaço: o monstro de Raystown

15 Julho 2013

Esta imagem de radar do Envisat centra-se no lago artificial Raystown Lake, no estado Americano da Pensilvânia.

O lago é um local popular para o campismo, ciclismo, montanhismo, passeios de barco, pesca e outras atividades aquáticas. 

Alguns acreditam que este lago é a casa de uma criatura semelhante ao monstro do Loch Ness – o Raystown Ray. Há histórias de pessoas que passeavam de barco e que viram objetos grandes, escuros mesmo por baixo da superfície da água, e alguns dizem ainda ter visto um pescoço longo e uma cabeça a emergirem da água.

O que quer que seja, os habitantes do local acreditam que Ray é de tímido e deverá ser vegetariano.

Perto do topo do lago – que surge aqui como uma linha azul e vermelha, que parece uma cobra – há uma reflecção branca e brilhante que vem da Barragem de Raystown. A barragem fornece energia elétrica e controlo de cheias.

A área nesta imagem é parte da região do Vale e das Montanhas dos Apalaches, na Cordilheira dos Apalaches. As linhas que atravessam a imagem são os longos sulcos que caracterizam a região. Um dos mais significativos é a Montanha de Tuscoarora, no canto inferior direito.   

Há milhões de anos, as rochas nesta região eram planas, mas a pressão do sudeste comprimiu-as na direção noroeste. Este movimento fê-las dobrar, nos cumes e vales típicos da Cordilheira dos Apalaches. A forma dos vales tem sido enfatizada pela posterior erosão da água.

Esta imagem é uma compilação de três imagens, do radar Envisat, captadas a 23 de dezembro de 2007, 2 de março de 2008 e 11 de maio de 2008.

Esta imagem surge no Earth from Space video programme.

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.