A bem sucedida missão europeia DELTA termina com a aterragem da Soyuz

André Kuipers
30 Abril 2004

ESA PR 24-2004. A missão DELTA, de 11 dias, à Estação Espacial Internacional (ISS) foi concluída com êxito quando o módulo de comando da Soyuz TMA-3, transportando o astronauta holandês da ESA André Kuipers e a tripulação da oitava expedição à ISS, aterrou no início desta manhã junto à cidade de Arkalyk, no Cazaquistão, às 07:12 hora local (02:12 CET), após um voo de regresso de pouco mais de três horas.

A missão, que incluiu nove dias na Estação Espacial Internacional, foi irrepreensivelmente executada, tendo atingido todos os objectivos principais. O amplo programa de experiências foi executado com êxito, a tripulação da oitava expedição à ISS foi rendida e a nave espacial Soyuz TMA-3, estacionada na ISS durante os últimos seis meses para funcionar como um barco salva-vidas da tripulação, foi substituída.

Após a escotilha entre a Soyuz TMA-3 e a ISS ter sido fechada ontem, acerca de 6,5 horas antes da aterragem de hoje, a tripulação realizou os procedimentos e as verificações standard antes da desatracagem. Cerca de 3 horas depois, a nave espacial deixou a ISS com Kuipers como engenheiro de voo, sentado à esquerda do cosmonauta da Agência Espacial Federal Russa Alexander Kaleri, o comandante da Soyuz. Kaleri e o segundo engenheiro de voo, Michael Foale (NASA), foram a tripulação de regresso da oitava expedição, que esteve estacionada na ISS desde 20 de Outubro. Durante esses seis meses, Michael Foale foi o comandante da ISS.

Todas as fases de reentrada correram conforme planeadas. A Soyuz TMA-3 abandonou o módulo de separação, antes da reentrada, com os módulos de instrumentos e de utilitários da nave espacial a serem desligados do módulo de comando e a explodirem na atmosfera da Terra. Ao contrário desses dois módulos, o módulo de comando que transporta a tripulação está equipado com um escudo térmico e seguiu um perfil de voo diferente, entrando na atmosfera da Terra 25 minutos antes da aterragem. O pára-quedas principal do módulo de comando abriu-se 10 minutos mais tarde.

Durante a missão DELTA, André Kuipers efectuou um dos mais amplos programas de experiências realizados por um astronauta europeu até agora na Estação Espacial Internacional nos campos da fisiologia humana, biologia, microbiologia, ciência da física, observação da Terra, educação e tecnologia. Muitas destas experiências foram desenvolvidas por investigadores holandeses, e apoiadas por instituições e indústrias holandesas.

“Estou muito satisfeito com a execução do programa de experiências”, disse o cientista da missão Delta da ESA, Marc Heppener, também holandês. “André teve um programa muito intenso nos últimos 11 dias. Estou também extremamente satisfeito por já termos obtido resultados científicos durante a própria missão, como foi o caso da experiência ARGES para uma nova geração de lâmpadas economizadoras de energia. No início da missão, ocorreram alguns problemas com as experiências e recursos. No entanto, eles não ensombraram os objectivos globais do programa e da missão. Os resultados obtidos das experiências terão, indubitavelmente, impacto em muitas áreas na Terra e no espaço.”

As experiências produziram resultados que ajudarão a indústria a desenvolver, por exemplo, iluminação mais eficiente para estádios desportivos e estradas e sistemas de arrefecimento mais eficazes. Dezenas de milhar de estudantes na Holanda, Alemanha e outros países beneficiaram da missão, tendo realizado a mesma experiência de germinação de sementes ao mesmo tempo que André Kuipers enquanto estava na ISS. Os benefícios educacionais da missão continuarão no futuro, através da produção de materiais didácticos que serão distribuídos a 10.000 escolas em toda a Europa. Estes materiais são compilados através da utilização de sequências de vídeo das experiências filmadas na ISS durante a missão.

A missão DELTA foi patrocinada pelo governo holandês através do Ministério da Educação, Cultura e Ciência e do Ministério dos Assuntos Económicos. Durante a missão, André Kuipers teve numerosos contactos com a imprensa na Holanda e noutros países e teve conversas com os ministros holandeses Maria van der Hoeven e Laurens Jan Brinkhorst, e com o Primeiro Ministro Jan Peter Balkenende. André também teve a oportunidade de falar através de radioamador com estudantes que venceram o concurso “Zeg het ISS”, e de responder às suas perguntas.

“O sucesso da missão DELTA mostra, novamente, como o trabalho conjunto em actividades espaciais aumenta as possibilidades para o futuro,” disse o Sr. Jörg Feustel-Büechl, Director dos Voos Espaciais Tripulados da ESA. “A cooperação da ESA com a Agência Espacial Federal Russa continua a produzir excelentes resultados. Esta é a quinta missão Soyuz à ISS com um astronauta da ESA, e o seu sucesso anuncia mais missões Soyuz no futuro, com duas outras missões em discussão para o próximo ano. O próximo voo efectuado por um astronauta da ESA à ISS num Soyuz russo acontecerá, provavelmente, em Abril de 2005. Para além do impacto positivo que a missão DELTA terá na comunidade científica, estamos satisfeitos pelo papel entusiasta que a indústria teve no programa de experiências da missão, e pelo modo como as gerações mais jovens beneficiarão por terem tido um envolvimento directo na missão.

Estamos muito satisfeitos com o modo altamente profissional com que André Kuipers desempenhou as suas tarefas na sua primeira missão no espaço. Esta missão aumentou o nível de experiência da ESA, não apenas no European Astronaut Corps (Corpo Europeu de Astronautas) para futuras missões a curto e longo-prazo, mas também no nosso pessoal de controlo de missões.”

Para além do programa de experiências, a missão DELTA serviu para render a tripulação a bordo da ISS. A tripulação da oitava expedição à ISS, composta por Alexander Kaleri e Michael Foale, chegou à ISS a 20 Outubro do ano passado com o astronauta Pedro Duque da ESA, que regressou da missão Cervantes após 8 dias na ISS. A tripulação da oitava expedição à ISS foi agora substituída pela tripulação da nona expedição à ISS, Gennady Padalka e Edward Fincke (NASA), que chegou com André Kuipers à ISS na nave espacial Soyuz TMA-4 a 21 de Abril, cujo regresso está previsto para o próximo mês de Outubro.

Para obter mais informações, contacte:

ESA Media Relations Division
Tel: +33(0)1.53.69.7155
Fax: +33(0)1.53.69.7690

Michel van Baal
ESTEC Communication Office
ESA/ESTEC
Noordwijk (Holanda)
Tel: +31 (0) 71 565 3008
Tel: +31 (0) 71 565 5728
E-mail: Michel.van.Baal@esa.int

ou

Dieter Isakeit
Erasmus User Centre and Communication Office
Directorate of Human Spaceflight
ESA/ESTEC
Noordwijk (Holanda)
Tel: +31 (0) 71 565 5451
Tel: +31 (0) 71 565 8008
E-mail: Dieter.Isakeit@esa.int

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.