A navegação por satélite poderá tornar os Jogos Olímpicos mais seguros

New 2004 Olympic stadium, Athens
Novo estado Olímpico 2004, Atenas
30 Julho 2004

No futuro, um passo em frente na segurança dos Jogos Olímpicos e de outros eventos semelhantes poderá ser dado com a ajuda do espaço, graças às tecnologias que estão a ser desenvolvidas pela Agência Espacial Europeia.

Testes recentes, em Atenas e nos arredores, de projectos que utilizam o sistema de navegação por satélite do European Geostationary Navigation Overlay Service (EGNOS) mostram como este pode ser usado para aumentar a segurança de grandes eventos.

Várias simulações testaram o EGNOS em diversos ambientes típicos dos Jogos actualmente em fase de preparação. O EGNOS é o primeiro passo da Europa na navegação por satélite antes do Galileo. O projecto, chamado Instant Olympic, foi lançado e financiado pelo Quinto Programa-Quadro da União Europeia e é coordenado tecnicamente pela Galileo Joint Undertaking (Empresa-Comum Galileo).

Este projecto, que envolve diversas PMEs com a empresa italiana Next e a companhia Grega Algosystems, é um serviço de infomobilidade para aplicações críticas de segurança baseado nos terminais de navegação por satélite globais integrados. O objectivo é satisfazer as necessidades de um estudo analítico como as Olimpíadas de 2004 na Grécia.

Guard on duty near Olympic stadium with special handheld device
Guarda de serviço junto ao estádio Olímpico, equipado com o dispositivo manual especial

A primeira experiência a decorrer em Atenas é a gestão de uma empresa de segurança. Os guardas de serviço estão equipados com um assistente digital pessoal (PDA) que lhes permite, se necessário, enviar sinais de alarme para as suas esquadras. Aí, podem tomar-se decisões imediatas com vista a implementar as acções mais apropriadas. Conhecendo a posição exacta do pessoal de serviço e tendo a possibilidade de receber informações em tempo real sobre a evolução da situação, com imagens e sons, o responsável na sala de controlo pode adaptar a sua resposta de forma adequada.

Por exemplo, conhecendo as posições de todos os carros de patrulha com equipamento especial, é possível escolher o veículo mais próximo para ser enviado para o local como reforço, diminuindo os atrasos na intervenção.

Boat used for demonstration offshore of Athens
Barco usado para demonstração ao largo de Atenas

Outra aplicação que está a ser testada na Grécia é a gestão de uma frota de barcos de recreio. Os barcos que navegam ao largo da península de Atenas estão equipados com dispositivos manuais à prova de água. Estes dispositivos fornecem um posicionamento preciso e permitem a transferência de dados.

Waterproof handheld device giving position and data transfer
Dispositivo manual à prova de água que fornece o posicionamento e transferência de dados

Se ocorrer um problema, os marinheiros ocasionais podem alertar os donos dos barcos que, a partir dos seus escritórios, podem ter uma noção clara do que se está a passar, com base nas imagens recebidas a partir do barco. Os eventuais danos no barco podem ser mostrados através de fotografias. Além disso, perder-se devido ao mau tempo ou a uma avaria nos instrumentos já não é preocupação; o dono do barco tem um mapa que mostra a posição de todos os barcos que possui.

A resposta aos pedidos de auxílio nas mais diversas situações pode ser mais eficaz com o EGNOS. Na situação particular dos Jogos Olímpicos, o EGNOS irá disponibilizar novos serviços aos utilizadores e aumentar a segurança no nosso dia-a-dia.

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.