Agenda diária dos astronautas ajuda os bombeiros de Dublin

Fire engine
Dublin fire engine
17 Abril 2009

A Corporação de Bombeiros de Dublin está a utilizar tecnologia de comunicação móvel, originalmente desenvolvida para os astronautas da Estação Espacial Internacional, para obter informações cruciais acerca de situações de emergência, durante o trajecto para os locais dos acidentes, de forma a que os bombeiros possam intervir mais rapidamente, poupando tempo precioso ou até salvando vidas.

O novo sistema permite que as equipas de emergência que se deslocam para um incêndio façam o download do layout do edifício, identificando a localização das bocas-de-incêndio e de químicos. No caso de acidentes de automóvel, os downloads podem fornecer informações sobre explosivos nos airbags, baterias de alta voltagem e depósitos de gás líquido, úteis quando é necessário retirar feridos.

A empresa irlandesa Skytek adaptou o sistema Advanced Procedure Executor (APEX), originalmente desenvolvido para apoiar os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS), para ser utilizado pela Corporação de Bombeiros de Dublin.

A segurança e a rapidez são cruciais em qualquer situação de emergência

Firefighters at work
Firefighters at work

"Ao dotar as nossas equipas com a tecnologia mais avançada, podemos evitar atrasos e garantir que as vítimas recebem o melhor tratamento possível. Este sistema significa que os nossos bombeiros têm acesso a planos chave no seu trajecto para os acidentes e na área dos acidentes," comentou Richard Hedderman da Corporação de Bombeiros de Dublin, que é a maior corporação da Irlanda, com 850 bombeiros a tempo inteiro em 12 quartéis a funcionar em permanência.

"Pré-planeamos situações de emergência para lidar com acidentes graves em hospitais, hotéis, no Túnel do Porto de Dublin e noutros locais semelhantes. É importante que as pessoas que lidam com a situação tenham acesso às informações e aos procedimentos correctos."

Dirigido por astronautas da ISS

ISS viewed from the Shuttle on 28 November 2008
International Space Station

A tecnologia por trás do APEX é o International Procedural Viewer (iPV) da Skytek, que foi desenvolvido para o Módulo Columbus da ESA, o laboratório europeu na ISS. Hoje em dia, o sistema APEX e a tecnologia iPV da Skytek são regularmente utilizados pelos astronautas da ISS.

"Tal como acontece com muitas inovações, esta tecnologia foi originalmente desenvolvida para as missões espaciais, onde existe necessidade de controlo, metodologia e procedimentos seguros e precisos," afirma o Dr Sarah Bourke, CEO da Skytek.

"Este sistema está operacional na ISS há três anos. Contém todos os procedimentos de que os astronautas necessitam, desde tarefas de rotina, como ligar um fusível, até à forma de lidar com situações de emergência. > Desde as actividades diárias de rotina aos passeios espaciais e situações de emergência, existem entre 2.000 e 3.000 procedimentos diferentes a que podem aceder imediatamente."

O processo de transferência de tecnologia que está a adaptar o APEX para a Corporação de Bombeiros de Dublin foi parcialmente criado pela Enterprise Ireland e pelo Programa de Tecnologia de Suporte Geral da ESA. A Corporação de Incêndios de Dublin esteve envolvida durante o processo de transferência de tecnologia, garantindo a qualidade e adequação do produto final.

"O equipamento que está actualmente a ser testado em North Strand e Swords foi recebido de forma muito positiva," afirma Hedderman.

"Este é um excelente exemplo de como a tecnologia espacial pode beneficiar a sociedade. A fiabilidade desta tecnologia foi rigorosamente testada em situações extremas. Aproveitando estes desenvolvimentos, podem dar-se grandes passos em termos de eficiência, segurança e salvamento de vidas," afirma David Raitt, do Gabinete do Programa de Transferência de Tecnologia da ESA.

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.