Astronauta da ESA Luca Parmitano regressa a casa

11 Novembro 2013

O astronauta da ESA Luca Parmitano, o comandante russo Fyodor Yurchikhin e a astronauta da NASA Karen Nyberg regressaram hoje à Terra, aterrando nas estepes do Cazaquistão. 

O voo de regresso, que aterrou às 02:49 GMT (03:49 CET), foi feito na mesma nave Soyuz TMA-09M que os tinha levado até à Estação Espacial Internacional, a 29 de maio.

Luca na Estação

Luca e Karen irão agora viajar para Houston, onde farão testes médicos antes de se encontrarem com os jornalistas, a 13 de novembro, às 13h30 GMT (14h30 CEST). 

Luca passou cinco meses na Estação Espacial Internacional para a sua missão Volare, sob um acordo bilateral com a agência espacial italiana e a NASA. Durante este período fez mais de 30 experiências científicas, duas atividades extra veículo (EVAs) bem como tarefas operacionais e de manutenção da Estação.   

As tarefas científicas de Luca incluíram a instalação e o desenvolvimento de experiências em emulsões que irão ajudar a indústria a criar alimentos e medicamentos com uma vida de prateleira mais longa. 

A instalar experiências

O astronauta da ESA usou o forno espacial da ESA para aquecer metal até aos 1400 ºC para estudar as microestruturas durante a formação de ligas metálicas. Esta pesquisa só pode ser feita em microgravidade e está a abrir caminho à era dos metais espaciais, ultra-leves e estáveis.   

Noutra experência, Luca tirou amostras da própria pele para ajudar a desenvolver um modelo da forma como os tecidos envelhecem. Gravou também o seu sono para ajudar a perceber como é que o corpo humano regula os padrões de sono.  

Estas experiências e outras estão a beneficiar as pessoas em Terra e preparam-nos para a future exploração do nosso Sistema Solar. Experiências anteriores melhoraram de forma drástica os processos industriais criando complexas ligas de titânio, que resultam numa forma mais rápida e barata de produção de materiais de grande qualidade. 

O ATV a acoplar

Além do seu trabalho científico, Luca ainda teve tarefas operacionais, tais como a monitorização da acoplagem do quarto Veículo de Transferência Automatizado da ESA, Albert Einstein. Luca verificou o descarregamento de mais de 1400 itens da nave de carga. 

Karen e Luca trabalharam em equipa para agarrar e atracar a segunda nave comercial a visitar a Estação, a nave Cygnus. 

A sua missão de sucesso incluiu dois passeios espaciais para instalar experiências exteriores e preparar a Estação para novos módulos russos que serão lançados no próximo ano. 

Passeio espacial

O Segundo passeio espacial foi interrompido abruptamente por causa de um problema no fato espacial causado pela acumulação de água dentro do capacete, forçando Luca e o astronauta da ESA, Chris Cassidy, a voltar para o interior da Estação o mais rapidamente possível. Luca, um piloto de testes da Força Aérea italiana, permaneceu calmo, regressando em segurança apesar das intermitências na comunicação e de não conseguir vir através do capacete. 

Esta foi a primeira missão de Luca e a primeira da nova fornada de astronautas, recrutados em 2009. O próximo a voar até à Estação será Alexander Gerst, com partida marcada para 28 de maio de 2014, do Cazaquistão. 

Uma vasta seleção de fotos, tiradas pelo próprio Luca, durante a missão Volare, está disponível na página do Flickr.

Os Alpes
Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.