CryoSat, a medir os gelos terrestres

O CryoSat em órbita por cima da Gronelândia
16 Fevereiro 2010

A Agência Espacial Europeia está prestes a lançar o mais sofisticado satélite alguma vez construído para o estudo e mapeamento dos gelos terrestres, sobre a água e o solo. O lançamento está previsto para 25 de Fevereiro.

A missão de gelo da ESA, CryoSat, será colocado em órbita, a 700 Km acima da Terra, por um foguete russo, Dnepr, a partir do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

O lançamento está agendado para as 14:57 CET (13:57 UTC), de Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010. O lançamento está a ser conduzido pela companhia internacional espacial Kosmotras.

O CryoSat será o terceiro satélite de exploração da Terra em órbita, seguindo-se ao GOCE (lançado em Março de 2009) e ao SMOS (lançado em Novembro de 2009). No início, estava previsto que fosse o primeiro da série Earth Explorer a chegar ao espaço, mas o primeiro CryoSat perdeu-se devido a uma falha no lançador, em Outubro de 2005.

A nave de 700 Kg – que deve o nome à palavra grega kryos, que significa gelo – transporta um altímetro de microondas único. O instrumento foi optimizado para determinar alterações na espessura quer dos gelos flutuantes marítimos, que pode ser de vários metros, e das calotes polares, que na Antárctida podem ser de cinco quilómetros. A missão irá fornecer dados sobre a taxa de alteração da espessura dos gelos com uma precisão de um centímetro.

CryoSat-2 measuring sea-ice thickness
O CryoSat-2 a fazer medições da espessura do gelo marítimo

Recentemente foram atingidos recordes mínimos no que toca aos gelos marítimos, durante o Verão, no Árctico, demonstrando que estão a ocorrer alterações significativas nas regiões polares. A camada gelada tem sido mapeada desde o espaço há já muitos anos, por satélites como o Envisat. Mas para entender de que forma as alterações climáticas estão a afectar estas regiões de extrema sensibilidade há uma necessidade urgente de determinar as alterações na espessura dos gelos. Os dados do CryoSat irão conduzir a um melhor entendimento da dinâmica das massas de gelo, oferecendo informação valiosa para a comunidade científica que contribuirá para os estudos das alterações climáticas.

No dia do lançamento, a ESA irá abrir uma Gabinete Europeu para a Imprensa, nas suas instalações do Centro Europeu de Operações Espaciais (ESOC) em Darmstadt, na Alemanha, das 10:00 às 16:30, conduzindo um evento de lançamento das 11:30 às 16:00.

Uma transmissão televisiva ao vivo irá oferecer imagens desde o Cosmódromo de Baikonur e do Centro de Controle de Missão, ESA/ESOC, em Darmstadt para as televisões (mais detalhes em http://television.esa.int).

Directores da ESA e especialistas do programa estarão disponíveis para explicar a missão e dar entrevistas.

Os representantes da imprensa que queiram cobrir o evento a partir da ESA/ESOC ou assistir ao lançamento a partir de outra instalação da ESA devem preencher o formulário de acreditação à direita e enviar por fax devidamente preenchido para os números fornecidos. Qualquer alteração na data de lançamento será anunciada no atendedor de chamadas no +49 (0)6151 90 2609 ou do website do CryoSat www.esa.int/cryosat.

Para mais informações:

ESA Media Relations Office
Communication Department
Tel: + 33 1 5369 7299
Fax: + 33 1 5369 7690

Robert Meisner
Communication Officer
Earth Observation Programme
Tel: +39 06 941 80874
Fax: +39 06 941 80842
Robert.Meisner [@] esa.int

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.