Envisat produz o mapa global da Terra mais nítido de sempre

Mosaico MERIS, Maio - Novembro de 2004
9 Maio 2005

O mais pormenorizado retrato da superfície da Terra jamais efectuado está a ser criado com o satélite ambiental Envisat da ESA. O projecto GLOBCOVER visa produzir um mapa global de cobertura territorial com uma resolução três vezes mais nítida do que qualquer mapa de satélite anterior.

Será uma representação incomparável da face do nosso planeta em 2005, repartida por mais de 20 classes de cobertura territorial separadas. O mapa GLOBCOVER completo terá inúmeras utilizações, incluindo o traçado das tendências de utilização do território em todo o mundo, o estudo dos ecossistemas naturais e dos ecossistemas explorados pelo Homem e a modelação do impacto e da extensão das alterações climáticas.

O instrumento MERIS (Medium Resolution Imaging Spectrometer - Espectrómetro de Imagem de Média Resolução) da Envisat está a ser sistematicamente utilizado, neste projecto, no Modo de Resolução Máxima, adquirindo imagens com uma resolução espacial de 300 metros, numa média de 150 minutos de aquisições por dia.

GLOBCOVER comparison
Comparação dos resultados de um sensor de satélite

Calcula-se que serão necessários mais de 20 terabytes de imagens para reconstituir o mapa GLOBCOVER mundial final – uma quantidade de dados equivalente ao conteúdo de 20 milhões de livros. A estratégia de aquisição de imagens baseia-se nos padrões climáticos regionais para minimizar a cobertura das nuvens ou da neve. Estão planeadas múltiplas aquisições para várias regiões, com vista a demonstrar as variações sazonais na cobertura territorial.

Outros sensores do Envisat irão trabalhar em sinergia com o MERIS. O instrumento ASAR (Advanced Synthetic Aperture Radar - Radar de Abertura Sintética Avançada) será utilizado para diferenciar classes de cobertura territorial semelhantes, tais como zonas aquáticas e florestas tropicais húmidas. E as informações do Radiómetro de Rastreio de Trajectórias Avançado do satélite serão utilizadas para corrigir a distorção atmosférica e efectuar a 'camuflagem das nuvens' ou a eliminação dos pixéis das nuvens.

MERIS FR acquisitions
Aquisições MERIS com Máxima Resolução desde Dez. de 2004

Uma rede internacional de parceiros está a trabalhar com a ESA no projecto GLOBCOVER que tem a duração de dois anos, que está a decorrer no âmbito do projecto Data User Element (DUE) do Programa de Observação da Terra da ESA.

Os participantes incluem o Programa das Nações Unidas para o Ambiente (UNEP), a Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO), o Centro Comum de Investigação (JRC) da Comissão Europeia, o Programa Internacional da Geosfera e Biosfera (IGBP) e o Gabinete de Projecto da Equipa de Implementação para a Observação Global de Cobertura Florestal e Dinâmica da Terra (GOFC-GOLD).

O sistema de classificação GLOBCOVER está a ser concebido para ser compatível com o mapa da Cobertura Territorial Global, anteriormente produzido para o JRC para o ano de 2000, um mapa com uma resolução de um quilómetro produzido a partir dos dados do Instrumento de Monitorização da Vegetação SPOT-4 e conhecido por GLC 2000.

GLC 2000
GLC 2000, o antecessor do GLOBCOVER

O GLOBCOVER servirá também para actualizar e desenvolver a base de dados CORINE 2000 da Agência Ambiental Europeia, um mapa da cobertura territorial da Europa com uma resolução de 300 metros baseado numa combinação de mapas de coberturas territoriais e imagens de satélite.

O satélite ambiental Envisat da ESA

Assim que a cobertura mundial de Máxima Resolução com o MERIS for obtida, serão efectivamente produzidos dois mapas GLOBCOVER. O primeiro, o GLOBCOVER V1, será produzido automaticamente juntando as imagens de uma forma uniformizada.

O JRC utilizará a sua experiência GLC2000 para produzir o mais avançado GLOBCOVER V2 no segundo ano, efectuando uma leitura dos dados do ponto de vista regional. Cerca de 30 equipas de todo o mundo participarão na análise e validação dos produtos GLOBCOVER.

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.