«Eu vejo a Terra! É tão linda!»

Yuri Gagarin
13 Abril 2011

A 12 de Abril celebra-se o 50º aniversário do primeiro voo espacial, de Yuri Gagarin. A ESA está a comemorar estas cinco décadas de voo espacial tripulado com uma colecção de artigos, vídeos e entrevistas.

«A primeira nave especial do mundo, a Vostok, com um homem a bordo, foi lançada da União Sociética, a 12 de Abril de 1961. O piloto do satélite-nave espacial Vostok é um cidadão da URSS, o Major Yuri Gagarin.»

Para o mundo, em 1961, este foi um anúncio estrondoso, feito enquanto Gagarin ainda estava no espaço. Os americanos ficaram abismados, mas as felicitações que enviaram para Moscovo eram sinceras.

O histórico voo de 108 minutos, dando uma volta em órbita da Terra, tornou Gagarin no primeiro ser humano no espaço, e num herói a global. Tinha apenas 27 anos.

Gagarin repairing a car

Foi um feito histórico. A NASA apressou-se a mandar um astronauta para o espaço e no mês seguinte Alan Shepard tornou-se no primeiro astronauta americano, cumprindo um breve voo balístico sub-orbital.

It was not until the next year that an American astronaut reached orbit, when John Glenn circled Earth in his Mercury capsule.

Só no ano seguinte é que um astronauta Americano atingiu a órbita, quando John Glenn deu uma volta à Terra na sua cápsula Mercury.

Dois dias depois do regresso do Vostok-1, Gagarin estava de volta a Moscovo, onde apareceu na varanda do Kremlin com o Secretário-Geral do Partido Comunista, Nikita Khrushchev.

Yuri's Night, Moscow: thousands of baloons released

Quarenta e oito horas antes era um desconhecido; agora era sem dúvida o mais famoso homem na Terra. Embarcou numa viagem pelo mundo, sendo recebido por multidões eufóricas, onde quer que fosse.

As visitas de Gagarin eram impressionantes, porque aconteceram no auge da Guerra Fria. E aqui estava alguém que podia viajar não apenas entre a Terra e o espaço, mas também entre os mundos mais abertos ou mais fechados do ocidente e do oriente.

Por momentos eram esquecidas as diferenças ideológicas enquanto ele era exibido à volta do mundo.

Gagarin nunca mais voltou ao espaço. Depois da viagem pelo mundo, regressou a Star City para continuar o seu trabalho no programa espacial. Ainda participou nos treinos para um voo inicial da nova nave Soyuz, em 1967, mas foi mantido em terra pelos responsáveis pelo programa espacial que não queriam que Gagarin corresse riscos, em mais uma missão de perigo.

A tragédia foi ainda maior já que ele perdeu a vida durante um voo de treino rotineiro, a 27 de Março de 1968, quando o seu avião se despenhou. As suas cinzas foram depositadas no Kremlin e uma cratera lunar bem como o asteróide 1772 receberam o seu nome.

Os tripulantes da missão Mars500 Diego Urbina, Romain Charles e Wang Yue lembram o que é que o voo histórico det Yuri Gagarin representa para eles.

Yuri's Night 2011 International Space Station Crew: 50th Anniversary of Human Spaceflight

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.