Hardware português a bordo do laboratório da ESA Columbus já está a funcionar

EuTEMP
28 Fevereiro 2008

O EuTEMP, desenvolvido pela empresa portuguesa EFACEC, foi montado na parte externa do módulo europeu da Estação Espacial Internacional (ISS) Columbus, para monitorizar autonomamente a temperatura na Plataforma de Experiências Externa da ESA (EuTEF - European Technology Exposure Facility), dedicada à demonstração em órbita de tecnologias espaciais.

O EuTEMP é uma unidade de medida e aquisição de temperatura de pequenas dimensões, autónoma e alimentada por baterias, que foi construída de modo a resistir a temperaturas extremas do ambiente espacial, pelo menos durante diversos dias após o seu lançamento.

Nos dias 16, 17 e 18 de Fevereiro de 2008 teve lugar no ESTEC o “check-out procedure” do EuTEMP.

Durante os testes no ESTEC

Os seguintes trabalhos foram efectuados com êxito:
- Em primeiro lugar verificou-se que a temperatura do EuTEMP estava dentro dos limites normais.
- Posteriormente enviaram-se comandos para a ISS de modo a alimentar o EuTEMP com energia externa e foi possível verificar que o consumo de energia também estava dentro dos limites normais.
- Foi possível ainda verificar que o EuTEMP comunicava correctamente com o EuTEF-DHPU pela apresentação do seu “Health packet” com conteúdo correcto e o “heart beating” pulsando todos os segundos.
- De seguida enviou-se um comando solicitando informação sobre o conteúdo da memória não volátil do EuTEMP sendo possível confirmar que este tinha funcionado durante a primeira parte da missão, isto é, desde o momento em que o Space Shuttle abre as portas do seu porão de carga até que o EuTEF-DHPU alimenta o EuTEMP com energia externa.
- A seguir passou-se ao processo de descarga dos dados registados.

Enviou-se o comando correspondente e aguardou-se cerca de duas horas para que todos os dados fossem descarregados.

No dia 17 os dados foram enviados em diferido pela ISS para Terra dado que o link de comunicação não está sempre disponível.

No dia 18 já com acesso aos dados estes foram analisados preliminarmente permitindo verificar a coerência dos mesmos. Os dados vão agora ser analisados com mais detalhe para confirmar se pode ser enviado o comando para o EuTEMP para o colocar em modo 3 (“circular buffer”) ou se terão de ser novamente descarregados os dados registados.

SOLAR and EuTEF are circled
O EuTEF já está instalado na parte externa do laboratório Columbus da ESA

Entretanto o EuTEMP foi colocado num modo de poupança de bateria e desligado para permitir fazer o check-out das outras experiências do EuTEF.

O papel do EuTEMP está a ser fundamental durante a instalação do EuTEF no módulo Columbus. Nesta altura ocorre uma fase crítica, chamada fase de transferência, onde os aquecedores estão desligados e o controlo térmico só pode ser feito por meios passivos. Durante esta fase a temperatura pode descer a valores muito baixos. O ambiente espacial é muito agressivo devido à ausência de atmosfera e gravidade, e aos níveis de radiações solares. As temperaturas podem variar rapidamente desde extremanente frias (- 140º C), quando os equipamentos estão á sombra (em eclipse), até 400º C, quando expostos ao Sol.

Apesar das simulações que têm em consideração os fluxos térmicos, as características de emissibilidade das superfícies e a inércia térmica das massas, podem surgir situações imprevisíveis. Há por isso a necessidade de monitorizar as temperaturas dos vários instrumentos da plataforma EuTEF.

Para mais informações contactar:

J. Pedro V. Poiares Baptista
Head of Office for Support to New Member Countries
ESA/ESTEC
Tel: +31-71-565-4319
E-mail: Pedro.Baptista@esa.int

Jan Dettmann
EuTEF Project Manager
ESA/ESTEC
Tel: +31-71-565-5435
E-mail: Jan.Dettmann@esa.int

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.