Ligação papal à Estação Espacial Internacional

ISS crew during inflight call to Pope Benedict XVI
23 Maio 2011

Foi uma estreia para a tripulação da Estação Espacial Internacional: uma chamada do papa. Sua Santidade o papa Bento XVI falou com os astronautas em órbita durante cerca de 20 minutos no Sábado à tarde, num evento transmitido em directo a partir da Biblioteca do Vaticano.

Uma imagem do interior da Estação Espacial Internacional, com os 12 astronautas a bordo, foi transmitida para um ecrã de televisão na Sala Foconi, na Biblioteca do Vaticano, às 13:11 CEST (11:11 GMT) no Sábado.

Depois do habitual teste de som, o Director da ESA para os Voos Tripulados e Operações, Thomas Reiter, passou o microfone a Enrico Saggese, Presidente da Agência Espacial Italiana, que apresentou o comandante da Estação, Dmitri Kondratyev, ao Papa.

Sua Santidade Bento VI à conversa com os astronautas

Depois de troca de algumas palavras entre os dois, Kondratyev apresentou a tripulação da Estação antes de o comandante do vaivém, Mark Kelly, ter introduzido a sua.

O papa falou da importância da ciência e da exploração e realçou a importância de proteger o ambiente. Depois da suas delicadas palavras, Sua Santidade falou sobre a paz mundial, a visão a partir do ponto de observação privilegiado dos astronautas e sobre o seu trabalho na Estação. O papa realçou a posição dos astronautas como modelos.

Depois de falar com Sua Santidade, Roberto Vittori mostrou uma moeda que lhe tinha sido dada pelo papa, deixando-a flutuar até Paolo Nespoli, que a trará de volta à Terra na próxima quinta-feira de manhã.

Finalmente, Sua Santidade dirigiu-se a Paolo em italiano, expressando as suas condolências pela perda recente do astronauta – a morte da sua mãe.

Paul VI watching Apollo 11 landing to Moon
Paulo VI a assistir à aterragem da Apollo 11

Sua Santidade, Bento XVI, mostrou um forte interesse na astronomia e na ciência. Em 2009, durante o Ano Internacional da Astronomia, o papa sublinhou que «no nosso tempo estamos à beira de grandes descobertas científicas.»

«Quem pode negar,» disse o papa, «que a responsabilidade pelo futuro da humanidade e ainda o respeito pela natureza e o mundo à nossa volta, exige, hoje mais do que nunca, a observação cuidada, o sentido crítico, a paciência e a disciplina essenciais ao método científico moderno?»

O Observatório do Vaticano é uma das mais antigas instituições de pesquisa astronómica em todo o mundo e um líder na astronomia. A sua sede é na residência de veraneio papal, em Castel Gandolfo, Itália, nos arredores de Roma. O se centro de investigação, o Vatican Observatory Research Group, está localizado na Universidade do Arizona, em Tucson, Estados Unidos.

A mais famosa mensagem papal enviada para o espaço foi deixada na Lua, pelos astronautas da Apollo 11, em 1969. «Olho para o céu, feito pelos Teus dedos, para a Lua e as estrelas que puseste no lugar», disse o papa Paulo VI, citando os salmos.

Assista à retransmissão

A retransmissão está disponível no arquivo de vídeo da ESA em multimedia.esa.int

Actualizações do evento em www.twitter.com/esa

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.