The heart-shaped Miscanti lake in northern Chile

O coração do Atacama

17 Fevereiro 2014

Esta imagem de satélite mostra o lago Miscanti, em forma de coração, e o mais pequeno Miñiques, a norte do Chile.

A água do lago é salobra – o que significa que é mais salgada do que a água doce mas menos do que a água do mar. Isto deve-se à salinidade no solo. O maior salar do Chile – o Salar de Atacama – fica a oeste (não está na imagem). 

Dois vulcões parcialmente cobertos de neve podem ser vistos acima e abaixo dos lagos, à direita, enquanto as planícies se estendem a oeste num ambiente praticamente sem vegetação.

A área na imagem faz parte do Deserto do Atacama, que atravessa parte da costa oeste da América Central. É considerado um dos sítios mais secos da Terra, já que a humidade da Bacia do Amazonas é bloqueada pelos Andes a Este e a do Pacífico pela faixa costeira a oeste. As correntes do Oceano Pacífico e a circulação dos ventos têm um papel muito importante no clima do deserto.

Por causa da altitude do planalto do Atacama, das nuvens baixas e da ausência de poluição luminosa, este é um dos melhores locais do mundo para fazer observações astronómicas e o local onde estão instalados dois dos principais observatórios.    

Algumas áreas do deserto têm sido comparadas ao planeta Marte e têm sido usadas como local de filmagens, para cenas que se passam no Planeta Vermelho. No ano passado, a ESA testou um rover com direção automática no Atacama, pela sua semelhança com as condições marcianas. 

O satélite japonês ALOS – Advanced Land Observation Satellite – captou esta imagem a 30 de maio de 2010.

Esta imagem surge no programa de vídeo Earth from Space video programme.

Copyright 2000 - 2015 © European Space Agency. All rights reserved.