Primeiro comandante europeu da Estação Espacial Internacional

Astronauta da ESA Frank De Winne
13 Outubro 2009

O astronauta da ESA Frank De Winne tornou-se no primeiro europeu a comandar a Estação Espacial Internacional, na manhã de Domingo, 11, com a partida do cosmonauta russo Gennady Padalka que ocupava este cargo desde Abril. De Winne não-americano e não-russo a ocupar este cargo.

Cerca de nove anos após a primeira tripulação ter chegado à Estação, em Novembro de 2000, De Winne tornou-se comandante da expedição número 21.

Na sexta-feira passada decorreu, na ISS, uma cerimónia de passagem de comando. Apesar disso, o papel de comandante da Estação só passou formalmente para De Winne quando Padalka partiu da ISS a bordo da nave Soyuz TMA-14.

Padalka aterrou no Cazaquistão esta manhã juntamente com o astronauta da NASA Michael Barratt e o membro do programa canadiano Canadian, Guy Laliberté. Durante o seu comando, Padalka assistiu ao aumento da dimensão da tripulação da Estação, de três para seis, pela primeira vez.

Crewmembers pose for group photos in Harmony
Tripulação das expedições 20 e 21, na ISS

As responsabilidades como comandante incluem: conduzir as operações na ISS, dirigir as actividades da tripulação, individualmente e em conjunto e garantir a segurança e a protecção da tripulação, bem como do equipamento e da carga. Além disso, irá supervisionar uma série de eventos importantes da Expedição 21.

Os marcos da Expedição 21 incluem a atracagem da nave russa Progress 35, com entrega de mantimentos e equipamento para a ISS, a separação do veículo de transferência japonês H-II usando o braço robótico da Estação, a atracagem do mini-laboratório russo e a visita de 11 dias do Vaivem Atlantis e da sua tripulação de seis pessoas, no voo STS-129.

Da tripulação da Expedição 21 fazem ainda parte os astronautas da ESA, Jeff Williams e Nicole Stott, os cosmonautas russos Roman Romenenko e Max Suraev, e o astronauta da Agência Espacial Canadiana, Robert Thirsk.

De Winne permanence como comandante da ISS, até ao seu regresso à Terra, no final da sua missão de seis meses, OasISS, previsto para 1 de Dezembro. Nesta altura, Williams tomará posse como comandante da ISS, na Expedição 22.

Cerimónia de mudança de comando (9 de Outubro)

Despedida da Expedição número 20

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.