Radar da Mars Express recolhe os primeiros dados da superfície

9 Agosto 2005

ESA PR 38-2005. O MARSIS, o radar de sondagem a bordo da nave espacial Mars Express da ESA, está a recolher os primeiros dados sobre a superfície e a ionosfera de Marte.

O radar iniciou as suas operações científicas no dia 4 de Julho de 2005, após a primeira fase de comissionamento. Devido ao desdobramento tardio, decidiu-se dividir o comissionamento, originalmente planeado para durar quatro semanas, em duas fases, a segunda das quais será iniciada em Dezembro deste ano.

Isto deu ao instrumento a oportunidade de iniciar as observações científicas mais cedo do que o previsto, ainda numa zona de noite marciana. Esta é uma condição ambiental favorável à sondagem do subsolo, pois a ionosfera está mais ‘energizada’ durante o dia, causando interferências nos sinais de rádio utilizados nas observações do subsolo.

“A fase de comissionamento confirmou que o radar está a funcionar muito bem e que pode ser operado à potência máxima sem interferir com qualquer dos sistemas da nave espacial”, afirma Roberto Seu, Gestor de Instrumentos do MARSIS, Universidade de Roma ‘La Sapienza’, Itália.

O MARSIS é um instrumento complexo, capaz de operar em diferentes bandas de frequência. Foi concebido para operar quando a nave espacial está mais próxima da superfície do planeta (pericentro). As frequências mais baixas são mais adequadas para sondar o subsolo e as frequências mais altas são utilizadas para sondar pequenas profundidades do subsolo; todas as frequências são adequadas para estudar a superfície e a camada atmosférica superior de Marte.

“Durante o comissionamento, testámos todos os modos de transmissão e optimizámos o desempenho do radar em torno de Marte”, afirma o Prof. Giovanni Picardi, Investigador Principal do MARSIS, Universidade de Roma ‘La Sapienza’. “O resultado foi que, desde que iniciámos as observações científicas, estamos a receber ecos muito claros da superfície e as primeiras indicações sobre a ionosfera”.

Utilizando as frequências mais baixas, o MARSIS tem estado a investigar as planícies do Norte entre as latitudes 30° e 70°, em todas as longitudes. “Estamos muito satisfeitos com o desempenho do radar. De facto, as medições da superfície feitas até agora correspondem quase totalmente aos modelos existentes da topografia de Marte”, afirma o Prof. Picardi.

A primeira análise dos dados está concentrada nas regiões planas, porque aqui as camadas do subsolo são, em princípio, mais fáceis de identificar. “Como o radar parece estar a funcionar tão bem na superfície, temos boas razões para pensar que as ondas de rádio também se estão a propagar correctamente no subsolo”, acrescenta o Prof. Picardi.

“Temos agora de ter a certeza de que identificamos e isolamos claramente estes ecos provenientes do subsolo. Para isso, temos de rastrear cuidadosamente todos os dados e garantir que os sinais passíveis de serem interpretados como provenientes de camadas subterrâneas distintas não são, na realidade, produzidos por irregularidades da superfície. Isto manter-nos-á ocupados durante mais algumas semanas”.

As primeiras medições ionosféricas feitas pelo MARSIS também revelaram dados preliminares interessantes. O radar responde directamente ao número de partículas carregadas que compõem a ionosfera. Este é, por vezes, mais elevado do que se pensava.

“Estamos agora a analisar os dados para descobrir se isto resulta de aumentos súbitos da actividade solar, como o que ocorreu a 14 de Julho, ou se temos de avançar novas hipóteses. Só o saberemos com uma análise mais exaustiva”, afirma Jeffrey Plaut, co-Investigador Principal do Laboratório de Propulsão a Jacto da NASA, Pasadena, EUA.

Para mais informações:

Giovanni Picardi,
Investigador Principal do MARSIS, Depart. INFOCOM -
Università di Roma “La Sapienza”
picar@infocom.uniroma1.it

Jeffrey Plaut,
Co-Investigador Principal do MARSIS, NASA/JPL
plaut@jpl.nasa.gov

Roberto Seu,
Gestor de Instrumentos do MARSIS e Líder da Equipa SHARAD, Depart. INFOCOM - Università di Roma “La Sapienza”
roberto.seu@uniroma1.it

Agustin Chicarro,
ESA, Cientista do Projecto Mars Express
Agustin.chicarro@esa.int

Fred Jansen,
ESA, Gestor da Missão Mars Express
fjansen@rssd.esa.int

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.