Sentinel-1 unfolds

Sentinel-1 faz dança de abertura de painéis

4 Abril 2014

 

Seguindo-se ao seu lançamento ontem, o Sentinel-1A fez uma dança cuidadosamente coreografada, que durou dez horas, para abrir a sua grande antena de radar e os painéis solares. 

Durante o lançamento, o radar de 12 metros de comprimento e os painéis solares de 10 metros estavam dobrados de forma a caberem no revestimento do foguete Soyuz. Depois de chegar aos 693 km acima da Terra e libertado em órbita, o satélite estabilizou suavemente antes de embarcar na sua elaborada dança.  

Os painéis solares e o radar abriram-se ao mesmo tempo, numa sequência específica que demorou cerca de 10 horas. Sendo uma das etapas mais críticas desta missão, foi coreografada para garantir que os dois equipamentos abriam da forma mais segura possível.

A sequência também permitiu que a energia das asas passasse a estar disponível, permitindo ao satélite ficar independente.   

Sentinel-1A liftoff

O gestor de projeto da ESA para o Sentinel-1, Ramón Torres, disse, “Esta complexa e crucial sequência de desdobramento foi analisada e dissecada uma e outra vez, durante o desenho da missão. Foi testada, com resultados perfeitos, no último mês, mas mesmo assim continua a ser um momento mágico vê-lo acontecer no céu.

“Aguardamos agora pelo fim desta fase de lançamento e entrada em órbita, que termina no domingo, para se iniciar a fase de comissionamento das operações do satélite.

“É reconfortante saber que o nosso precioso satélite estará entregue às mãos seguras dos nossos colegas no Centro Europeu de Operações Espaciais (ESOC), na Alemanha.    

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.