Um workshop OCDE no ESRIN para falar dos NEO – Near Earth Objects

View of the inner solar system
O sistema solar interno onde é mais fácil encontrar os NEO (a vermelho)
20 Janeiro 2003

Nos últimos tempos, os astrónomos aprenderam muitíssimo sobre os asteróides e os cometas que podem atingir a Terra.

Os asteróides mais pequenos atraídos pelo nosso planeta queimam-se usualmente como meteoróides sem causar quaisquer danos na atmosfera.
Quando um meteoróide atinge a nossa atmosfera em alta velocidade, a fricção provoca a incineração desta porção de matéria espacial, provocando um raio de luz conhecido por meteoro. Se um meteoróide não arde completamente, o que resta atinge a superfície da Terra e é chamado um meteorito. Impactos muito grandes, acontecimentos catastróficos do passado, são felizmente muito pouco frequentes. Em qualquer caso, é bastante comum registar a passagem de astróides próximos de dimensões médias.

O congresso do Global Science Forum da OCDE, a Organização Internacional para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos, permitirá, a governantes e cientístas, examinar o perigo que possam representar os impactos devidos a alguns objectos próximos da Terra.

Como resposta às preocupações das pessoas e dos responsáveis de várias áreas, o congresso será um lugar de encontro para investigadores e políticos provenientes de vários países membros da OCDE. Servirá para se reverem os esforços que actualmente estão a ser feitos para se enfrentar este risco e para se discutir a necessidade de novas políticas de intervenção. A ESA hospeda o congresso durante os dias 20, 21 e 22 de Janeiro de 2003, no ESRIN, o seu estabelecimento em Itália, com a participação do Centro Nacional Espacial Britânico.

ESRIN's ground facilities
ESRIN

A agenda do congresso prevê, em particular:
- Previsão do perigo de colisão com cometas e asteróides, em relação aos outros riscos conhecidos e causados pelo Homem,
- Avaliação das respostas actuais a tal perigo,
- Dimensões das políticas nacionais e internacionais em relação a esta matéria,
- Estado do conhecimento científico, o nível de rigor e de abrangência,
- Possíveis intervenções e estudos por parte das comunidades científicas e políticas.

Às 15 horas do dia 22 de Janeiro, no fim do congresso, existirá uma conferência de imprensa no ESRIN, em Frascati (Roma). Estarão presentes Richard Crowther, mediador do congresso, Michael Oborne da OCDE e Marcello Coradini da ESA.

As considerações existentes sobre o perigo que a Terra corre por causa dos objectos próximos, variam desde suspeitas de que exista uma amplificação por parte de alguns cientístas e dos meios de comunicação, à certeza de que este perigo tenha sido largamente subestimado. Este assunto será discutido neste congresso, sem preconceitos ao nível do perigo e das acções necessárias. Uma análise científica internacional sóbria sob a égide do Global Science Forum e com o apoio do actual contexto político, deverá trazer clareza, rigor e realismo político a esta realidade complexa e ainda em grande parte desconhecida.

Para ter informações posteriores ou para participar na conferência de imprensa, deverá contactar:

Simonetta Cheli
Head of Public and Institutional Relations Office
ESA/ESRIN
Tel: + 39 06 94180350
Fax + 39 06 94180352
simonetta.cheli@esa.int

Marcello Coradini
Coordinator, Solar System Missions
ESA Science Directorate
Tel: + 33 1 53697555
Fax: + 33 1 53697751
marcello.coradini@esa.int

Helen Fisher
OECD
Tel: 331 45 24 80 97
Helen.Fisher@oecd.org

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.