Venus Express a caminho para investigar os mistérios escondidos do planeta

9 Novembro 2005

ESA PR 50-2005. A sonda europeia Venus Express foi lançada com sucesso numa trajectória que a levará na sua viagem da Terra até ao planeta Vénus, onde chegará no próximo mês de Abril.

Praticamente uma irmã gémea da sonda Mars Express que se encontra na órbita do Planeta Vermelho desde Dezembro de 2003, a Venus Express é a segunda sonda planetária a ser lançada pela Agência Espacial Europeia.

A Venus Express irá eventualmente colocar-se em órbita em torno de Vénus para efectuar um estudo detalhado da estrutura, composição química e dinâmica da atmosfera do planeta, que se caracteriza por temperaturas extremamente elevadas, pressão atmosférica muito alta, um enorme efeito de estufa e uma ainda inexplicável "super-rotação" que faz com que a atmosfera de Vénus se desloque em torno da superfície sólida do planeta em apenas quatro dias. A sonda europeia será também a primeira a sondar a superfície do planeta ao explorar as "janelas de visibilidade" recentemente descobertas na banda de ondas de infravermelhos.

A sonda com 1240 kg de peso foi desenvolvida para a ESA por uma equipa industrial europeia dirigida pela EADS Astrium com 25 adjudicatários principais espalhados por 14 países. Foi lançada a bordo de um foguetão Soyuz-Fregat e os serviços de lançamento foram fornecidos pela Starsem. O lançamento teve lugar esta manhã no cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, às 09:33 hora local (04:33 hora da Europa Central). A ignição inicial da plataforma superior do Fregat teve lugar 9 minutos após o início do voo, conduzindo a sonda para uma órbita terrestre estacionária inferior. Uma segunda ignição, 1 hora e 22 minutos depois, impulsionou a sonda para a sua trajectória interplanetária.

O contacto com a Venus Express foi estabelecido pelo Centro Europeu de Operações Espaciais (ESOC) da ESA em Darmstadt, Alemanha. A sonda efectuou uma orientação correcta em relação ao sol e abriu os seus painéis solares. Todos os sistemas de bordo estão a funcionar perfeitamente e o veículo orbital está a comunicar com a Terra através da antena de baixo ganho. Daqui a três dias, passará a estabelecer comunicação utilizando a antena de alto ganho.

A toda a velocidade em direcção a Vénus

A Venus Express está actualmente a afastar-se da Terra a grande velocidade, dirigindo-se na sua viagem de cinco meses e de 350 milhões de quilómetros pelo interior do nosso sistema solar. Depois de alguns testes para verificar se o equipamento de bordo e a carga útil de instrumentos estão em boas condições de funcionamento, a sonda será protegida, passando a haver apenas um contacto diário com a Terra. Se necessário, as manobras de correcção da trajectória poderão avançar a meio do percurso, no mês de Janeiro.

Quando efectuar a sua maior aproximação, a Venus Express enfrentará condições muito mais duras do que as que a Mars Express encontrou na sua aproximação ao Planeta Vermelho. Embora o tamanho de Vénus seja realmente semelhante ao da Terra, o seu peso é 7,6 vezes superior ao de Marte, com uma atracção gravitacional correspondente. Para resistir a esta maior atracção gravitacional, a sonda terá de activar o seu motor principal durante 53 minutos para conseguir uma desaceleração de 1,3 km/segundo e colocar-se numa órbita altamente elíptica em torno do planeta. Grande parte dos seus 570 kg de propulsante serão usados nesta manobra.

Será necessária uma segunda ignição do motor de modo a atingir a órbita operacional definitiva: uma órbita elíptica polar com cruzamentos de 12 horas. Isto permitirá que a sonda faça aproximações até 250 km da superfície do planeta e afastar-se a distâncias até 66 000 km, de modo a efectuar observações muito próximas e também obter uma perspectiva geral.

Para mais informações, consulte a versão inglesa em:
http://www.esa.int/SPECIALS/Venus_Express/SEM56Q638FE_0.html

Para mais informações, por favor contacte:

Divisão de Relações Públicas da ESA
Tel +33 (0)1 53 69 71 55
Fax +33 (0)1 53 69 76 90

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.