Workshop sobre “Radiation of High Temperature Gases in Atmospheric Entry” tem lugar em Lisboa

1 Outubro 2003

Entre 8 e 10 de Outubro realizar-se-á no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, a “International Workshop on Radiation of High Temperature Gases in Atmospheric Entry” (Workshop Internacional em Radiação de Gases de Altas Temperaturas).

Esta workshop, a primeira workshop internacional sobre este tema, destina-se a apresentar e debater desenvolvimentos e resultados recentes, de modo a contribuir para uma melhor compreensão dos fenómenos que influenciam uma sonda durante a entrada na atmosfera de um planeta. O encontro em que estarão reunidos especialistas de vários países, conta com o patrocínio da ESA no contexto do programa Aurora e do CNES através do programa Investigação e Tecnologia.

No programa deste evento organizado pelo grupo de trabalho ESA/CNES em "Radiation of High Temperature Gases" (WG RHTG) e pelo Instituto Superior Técnico, destacam-se os seguintes tópicos: escoamentos hipersónicos, simulações numéricas de fluídos e transferência de radiação. Alguns dos trabalhos que irão apresentar incidirão sobre os diversos fenómenos que ocorrem durante a entrada, em particular, na atmosfera de Marte, um dos planetas de maior interesse para o programa AURORA.

Impressão artística do módulo de descida ExoMars transportando o rover

O programa Aurora foi aprovado como um programa opcional da ESA no Conselho Ministerial de 2001 e está actualmente num período preparatório, que irá durar até ao Conselho Ministerial a realizar em finais de 2004, quando uma decisão deverá ser tomada em relação à continuação do programa.

Os objectivos do programa Aurora são definir, e posteriormente implementar, um plano para a exploração robótica e humana do sistema solar, identificando as missões, tecnologias e actividades em terra necessárias para implementar essa estratégia. O objectivo final do programa Aurora é preparar a Europa para se tornar um parceiro valioso nos mais significativos passos futuros da exploração espacial, essencialmente na primeira missão humana a Marte.

A Lua, Marte, e os asteróides são os possíveis alvos para o plano que está, de momento, a ser elaborado pela ESA, com o apoio de muitos especialistas europeus e canadianos e da indústria. Enquanto naves espaciais não tripuladas preparam o caminho da humanidade para a Lua e para Marte, o trabalho na Terra e na ISS (Estação Espacial Internacional) começará em breve, no sentido do desenvolvimento de tecnologias e infra-estruturas que irão apoiar as missões humanas.

Entre as tecnologias necessárias para levar a cabo os diversos objectivos do programa Aurora, as que estão relacionadas com a reentrada atmosférica são, naturalmente, de particular relevância. As competências de reentrada na Terra precisam de ser ainda mais desenvolvidas, para que seja possível a sua aplicação na primeira missão de recolha de amostras de Marte – programada actualmente para 2011.

Mars Sample Return Orbiter
Impressão artística do elemento Orbiter de Mars

Como consequência disso, uma missão de demonstração de reentrada na Terra é esperada para 2007, abrindo caminho para a futura cápsula que irá ser usada para trazer à Terra as primeiras amostras de Marte. Ainda para a Terra, o programa Aurora prevê a aquisição gradual das competências necessárias para sistemas que possuam a capacidade de transporte de seres humanos.

Mesmo antes da missão de recolha de amostras de Marte, a Exomars (uma missão com uma forte componente de exobiologia, de análise da superfície de Marte – planeada para 2009) irá requerer sistemas de reentrada bastante fiáveis.

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.