Portugal prepara-se para o Programa Copernicus

Lisbon, Portugal
Zonas costeiras
27 Janeiro 2014

Com a aproximação da data de lançamento do primeiro satélite do programa de monitorização ambiental Copernicus, Portugal avalia a melhor forma de explorar a informação crítica desta iniciativa. 

Para estimular o uso de dados de satélite no âmbito da administração pública portuguesa, foi criado o Grupo de Trabalho para a Observação da Terra (GTOT). O principal objetivo do grupo é potenciar o aproveitamento da informação do Copernicus, incluindo dados dos próximos satélites Sentinel.  

O primeiro Sentinel, com lançamento marcado para esta primavera, será usado para preservar vários aspetos do nosso ambiente, da deteção e rastreamento de derrames de petróleo, mapeamento da espessura dos gelos marinhos e monitorização do movimento nas superfícies de terra e mapeamento das alterações na forma como a terra é usada. Também terá um papel crucial no fornecimento de informação imediata para ajudar na resposta a desastres naturais, ajudando na ajuda humanitária.  

Fogos

Os satélites da constelação Sentinel que se seguirão irão cobrir uma série de aplicações, incluindo a agricultura e a gestão das florestas, a deteção de incêndios, segurança marítima, monitorização atmosférica, entre outros.

Para ajudar o País a preparar-se para o Copernicus e a explorar da melhor forma a informação fornecida pelos Sentinels, o GTOT está a avaliar a capacidade de usar e processar imagens de satélites na administração pública portuguesa.  

Também será feito um inventário dos regulamentos portugueses e europeus na área da monitorização ambiental, proteção e segurança civil, que podem beneficiar dos dados do Copernicus.  

Derramamento de petróleo

Também serão analisadas as forces, fraquezas, oportunidades e ameaças relacionadas com o uso de dados de observação da Terra no âmbito dos institutos públicos. 

Seguindo-se a estas tarefas preparatórias, será preparado o primeiro esboço do Plano de Ação de promoção do uso dos dados de observação da Terra.  

O GTOT envolve sete ministérios diferentes e é coordenado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. A validação do trabalho será feita pelas secretarias dos ministérios envolvidos. 

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.