Espaço para a Terra na exposição aeroespacial de Berlim

Espaço para a Terra, ILA 2010
6 Setembro 2012

A ESA, o Ministério Federal da Economia e Tecnologia alemão, o Centro Aeroespacial DLR e a Associação das Indústrias Aeroespaciais da Alemanha estarão presentes na exposição aeroespacial de Berlim, a ILA Berlin Air, no pavilhão 'Espaço para a Terra', de 11 a 16 de Setembro.

A ILA é uma das exposições mais importantes do mundo do comércio aeroespacial, organizada de dois em dois anos pela Associação das Indústrias Aeroespaciais BDLI.

Este ano a ILA será organizada nas novas instalações da BDLI no Centro de Exposições do aeroporto de Berlim, perto do novo aeroporto internacional Berlim-Schönefeld.

Visita de Angela Merkel, ILA 2010

A Polónia, o mais recente membro da ESA, será o país-parceiro especial da ILA 2012.

O pavilhão do espaço da ESA-BDLI-DLR reunirá actores chave das agências espaciais internacionais e da indústria, profissionais e visitantes interessados em descobrir os mais recentes desenvolvimentos aeroespaciais e novas oportunidades de negócios.

Em tempos de desafios económicos, o espaço tem provado ser um motor de desenvolvimento e crescimento económico, uma âncora de estabilidade e um contrapeso às tendências negativas.

Lançadores do Porto Espacial europeu

Os serviços aeroespaciais são também uma parte de nossas vidas diárias, o que representa um elemento de crescimento do valor económico e social do espaço.

Em Novembro, os ministros responsáveis pelo espaço serão chamados a tomar decisões importantes nos futuros programas da ESA.

A exposição da ESA-BDLI-DLR na ILA oferece uma visão geral dos principais programas e atividades a serem apresentados no Conselho Ministerial da ESA e irá destacar a importância que os sistemas e aplicações espaciais têm no combate aos desafios globais, como podem melhorar a nossa compreensão e conhecimento e trazer benefícios para a Terra .

Áreas de navegação por satélite

Os visitantes poderão conhecer como a ESA desenvolve uma ampla gama de serviços de telecomunicações e aplicações para fornecer soluções de base espacial de forma simples e eficiente em quase todas as regiões do nosso planeta, em áreas como a gestão do tráfego aéreo e vigilância marítima.

A ESA está também a apoiar a competitividade da indústria de telecomunicações por satélite com os próximos lançamentos do Alphasat, a primeira grande plataforma europeia para satélites de telecomunicações de alta potência, e do Small-GEO, uma nova geração de plataformas modulares e flexíveis de telecomunicações.

Os visitantes do pavilhão podem ainda saber mais sobre os serviços prestados à aviação pelo EGNOS, o Sistema Europeu Complementar de Navegação Geoestacionária, a funcionar desde Março de 2011, e sobre a constelação Galileo, com dois satélites adicionais a serem lançados ainda este ano.

Os satélites Observação da Terra da ESA deram à Europa a liderança na compreensão do nosso planeta, do clima e mudanças climáticas, fornecendo dados e serviços a uma vasta comunidade de utilizadores e gestores de crises ambientais.

Aplicações do espaço para a Terra

Dados e mapas de satélite produzidos sob a Carta Internacional para o Espaço e Grandes Catástrofes serão mostrados na ILA. A Carta resulta de um acordo inovador entre várias agências espaciais co-promovido pela ESA em 2000 para tornar os dados de satélite disponíveis quase em tempo real para as agências de proteção civil em todo o mundo.

Uma parte especial da exposição incidirá sobre os dois primeiros satélites Sentinela, parte da contribuição principal da ESA para o segmento espacial da iniciativa da UE Monitorização Global do Ambiente e da Segurança, o GMES.

Das suas posições privilegiadas, os satélites monitorizam continuamente a Terra e os seus processos naturais, obtendo informações importantes sobre como a gravidade, o clima e o campo magnético afetam o nosso planeta e e ajudam a detectar mudanças na atmosfera, solo, oceanos e gelo.

Explorando o planeta vermelho

Serão igualmente mostrados novos dados sobre as missões da ESA CryoSat e Swarm, a próxima missão Exploradores da Terra a ser lançada.

A exposição irá mostrar como os avanços na ciência e tecnologia nos trouxeram um maior conhecimento do nosso próprio planeta e do seu lugar único no Sistema Solar.

Por causa das suas semelhanças físicas com a Terra, Marte é o principal alvo na procura de vida no Sistema Solar.

Uma simulação da superfície de Marte contará com modelos em escala de três elementos do ExoMars, a próxima missão da ESA ao planeta vermelho, que incluirá um orbitador de traços de gases com um módulo de entrada, descida e aterragem e o primeiro Rover de Marte europeu.

No pavilhão do espaço vai estar em destaque a tecnologia espacial de ponta desenvolvida na Europa e na Alemanha atualmente na Estação Espacial Internacional e serão mostrados resultados científicos inovadores de experiências realizados no Columbus e outros laboratórios da ESA.

A Europa e a Estação Espacial Europeia

Serão também apresentados estudos correntes sobre futuras missões de exploração humana além da órbita baixa da Estação Espacial, incluindo o Lander lunar europeu, que irá aterrar com extrema precisão perto do pólo sul da Lua, onde a água do gelo poderá estar presente.

O conhecimento que a Europa tem adquirido ao longo dos últimos 40 anos com a riqueza dos resultados das missões planetárias atuais e da Estação Espacial é a base da preparação de futuras missões à Lua e a Marte e crucial para o desenvolvimento da ciência e tecnologia necessárias à exploração humana de novos horizontes.

O tema do pavilhão - 'Espaço para a Terra' – será também fundamental para a apresentação do programa preparatório da ESA Percepção Situacional do Espaço. Isto irá dotar a Europa de serviços para proteger os seus sistemas espaciais, as infra-estruturas terrestres e a população contra os riscos de detritos orbitais, do clima espacial e dos potenciais impactos de asteroides.

Jogo do espaço

A vida moderna é cada vez mais dependente de serviços com origem em tecnologias espaciais e na Europa é hoje assegurado o acesso ao espaço e a oferta de serviços para clientes em todo o mundo através de uma família versátil de lançadores: Ariane 5, Soyuz e Vega do Porto Espacial Europeu, na Guiana Francesa.

Ao longo da semana, o pavilhão espaço vai receber uma série de apresentações e eventos, incluindo uma conferência dedicada ao espaço na quarta-feira, dia 12 de Setembro. A ILA está aberta a visitantes profissionais de terça-feira 11 a quinta-feira 13 de Setembro e para o público em geral a partir de sexta-feira 14 até domingo 16 de Setembro.

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.