A política espacial europeia torna-se uma realidade hoje

ESA Director General at the 4th Space Council in 2007
22 Maio 2007

ESA PR 21-2007. Uma Europa mais forte no espaço, mais bem equipada e coordenada para enfrentar as necessidades futuras dos seus cidadãos. Um âmbito estratégico mais alargado para abordar novos desafios, incluindo nas áreas dos programas espaciais de defesa e segurança, e o espaço como uma dimensão adicional às relações externas da UE: tudo isto numa política nova concebida para integrar os interesses e os valores europeus.

Os ministros responsáveis pelas actividades espaciais nos estados-membros da Agência Espacial Europeia, e as pessoas encarregues do mercado interno, indústria e investigação, encontraram-se hoje em Bruxelas para adoptar uma Resolução sobre a Política Espacial Europeia.

Preparada em conjunto pela Comissão Europeia e o director-geral da Agência Espacial Europeia, a Política Espacial Europeia resume as linhas de orientação estratégicas para as futuras actividades da Europa no espaço. Através deste documento, a União Europeia, a ESA e os Estados-Membros comprometem-se a aumentar a coordenação das suas actividades e programas e a organizar as respectivas funções relacionadas com o espaço.

GMES
GMES

A Política Espacial Europeia contém elementos preliminares de um Programa Espacial Europeu, que é uma ferramenta estratégica e de planeamento que compreende todas as principais actividades espaciais da Europa. O Programa suporta a optimização das competências e dos recursos públicos nas tomadas de decisão e na implementação da Política Espacial.

A Política Espacial Europeia pretende melhorar a coordenação das actividades espaciais entre a UE, a ESA e os respectivos Estados-membros, para maximizar o valor do dinheiro e evitar duplicações insustentáveis, indo deste modo ao encontro de necessidades europeias partilhadas. Uma sinergia maior entre as tecnologias e os programas espaciais de defesa e civis é também abordada pela PEE.

Space Council
Space Council participants, May 2007

A nova política exige um fundo sustentável para as aplicações espaciais, em especial, para a iniciativa principal comum, o programa Global Monitoring for Environment and Security (GMES). Reconhece também que o espaço é um sector de valor acrescentado, uma força motriz para o crescimento, a inovação e o emprego e uma valiosa oportunidade para a indústria europeia.

Além disso, a Política Espacial Europeia suporta as relações externas da UE, na medida em que a UE, a ESA e os respectivos Estados-Membros elaborarão um mecanismo de coordenação para desenvolver uma estratégia conjunta para relações internacionais relacionadas com actividades espaciais.

Para mais informações:

Franco Bonacina
Spokesman for the ESA Director General and Head of the Media Relations Office
ESA Communication Department
+ 33 (0)1 53 69 72 99
Franco.Bonacina1@esa.int
Queries: media@esa.int

Artigo completo em:
http://www.esa.int/esaCP/SEM4UU8RR1F_index_0.html

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.