O Hubble está de regresso e a funcionar em pleno

As galáxias em interacção Arp 147
31 Outubro 2008

O telescópio espacial da NASA/ESA está de volta à acção, com uma foto do fascinante par de galáxias Arp 147. As operações científicas foram retomadas a 25 de Outubro de 2008, quatro semanas depois de um problema com o formatador de dados científicos ter obrigado o telescópio a entrar em modo de segurança.

Logo a seguir a ter retomado funções, o Hubble apontou a sua câmara principal, a Wide Field Planetary Camera 2 (WFPC2), a um alvo intrigante, um par de galáxias com interacção gravítica, designadas Arp 147.

A imagem demonstrou que a câmara está a trabalhar exactamente como estava antes de ficar offline, recebendo nota máxima quer em desempenho quer na beleza das imagens captadas.

Quanto ao momento, também não podia ser em melhor altura, graças ao alinhamento das duas galáxias. A galáxia mais à esquerda, com o número 1 na imagem, está praticamente intacta, exceptuando um ligeiro anel de luz estelar. Aparece muito próxima da linha de visão. A galáxia mais à direita, o «0» do par, apresenta um anel azul formado por um intenso amontoado de estrelas.

Hubble in free orbit
O Hubble em órbita livre

O anel azul formou-se depois de a galáxia da esquerda ter passado pela galáxia da direita. Tal como quando se atira uma pedra para um charco, criando ondas circulares, de dentro para fora, gerou-se um anel de propagação de maior densidade no ponto de impacto das duas galáxias. À medida que este excesso de densidade colidia com o material exterior que se deslocava para dentro devido à atracção gravítica, choques e gás denso foram produzidos, levando à formação de estrelas.

O ponto vermelho no canto inferior esquerdo do anel azul marca, provavelmente, o local do núcleo original da galáxia que foi atingida.

A Arp 147 surge no Atlas Arp de Peculiar Galaxies, compilado por Halton Arp nos anos sessenta do século passado e publicado em 1966. Esta imagem foi obtida a partir de imagens da WFPC2, tiradas com três filtros diferentes. As cores azul, verde e vermelho representam os filtros azuis, da luz visível e dos infra-vermelhos, respectivamente.

O par de galáxias foi fotografado entre 27 e 28 de Outubro de 2008. A Arp 147 está na constelação de Cetus, a mais de 400 milhões de anos luz da Terra.

Nota para os editores:

No Domingo 28 de Setembro, o Telescópio Espacial da NASA/ESA Hubble entrou automaticamente em modo de segurança quando foram detectados erros na unidade de controle/formatador de dados científicos – lado A. Esta componente é essencial para o armazenamento e transmissão de dados dos instrumentos científicos do telescópio para a Terra. Este componente foi reactivado na Quinta-feira, 23 de Outubro, e as observações da Wide Field Planetary Camera-2 foram retomadas no Domingo, 25 de Outubro.

O Telescópio Espacial Hubble é um projecto de cooperação internacional entre a NASA e a ESA.

Para obter mais informações

Lars Lindberg Christensen, Hubble/ESA, Garching, Germany
E-mail: lars @ eso.org

Copyright 2000 - 2014 © European Space Agency. All rights reserved.